HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO VENCIDO PELO WELLINGTON USO DAS “COTAS”

O primeiro aluno a utilizar as políticas públicas por meio cotas raciais da UFPR, conquista ao doutorado

Hoje compartilho com vocês linda história de Wellington Oliveira dos Santos, professor da Universidade Estadual de Goiás, notícia apresentada pelo Jornal Gazeta do Povo, ocorrida na cidade de Curitiba estado do Paraná. Pois é um orgulho em apresentar como referência a história de vida de uma pessoa que passou tantas dificuldades na vida e venceu. Além, disso buscou defender no âmbito educacional em banca pública no 07 de fevereiro deste ano de 2017.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/ra/media/Pub/GP/p4/2017/02/06/Educacao/Imagens/Cortadas/WELLINGTON%202JC-kev-U201534229303SW-1024×675@GP-Web.jpg

Segundo Jonathan Campos do Jornal da Gazeta do Povo, apresenta o seguinte relato, o então, professor Wellington com sua formação em Psicologia na Universidade do estado do Paraná. Tem um currículo invejável fez o mestrado, desenvolveu análise em livros didáticos. Que na qual desenvolvo em minha pesquisa de Mestrado, e também defendi a questão sobre as cotas no Trabalho Conclusão de Curso (TCC) em Direito. Além disso, me serviu com a riqueza de conhecimento na minha vida acadêmica.

Em se tratando deste tema de forma especial. Observa-se que toda mudança na sociedade, ocorre resistência, gera discussão, conflito e desconforto ainda mais se tratando de Políticas Públicas, como “Cotas”. Para que isso ocorresse, houve uma série de mudanças, como no currículo da Rede de Ensino Público alterando a Lei nº 9394/1996. Por conta disso, surge a implementação da Lei 10.639/2003, estudo sobre a História e Cultura Afro-Brasileiro e cinco anos depois a Lei 11.645/2008, estudo sobre a abordagem da Cultura Indígena.

Estás questões surgiram como reparação de danos, devido anos de Escravidão no Brasil. E o aluno e professor ao mesmo tempo, e agora com o título de doutor Wellington provou que é possível, uma pessoa de família humilde, simples, teve muitas dificuldades financeiras para alcançar os seus objetivos, seus ideais. Mas venceu, fica aqui, a dica, de que é possível, quando se tem, força de vontade, fé, dedicação e coragem.

Muitas vezes, as dificuldades, fazem do ser humano, a história de superação, essa uma das histórias lindas apresentada neste blog, compartilhada pelo Jornal Gazeta do Povo, com objetivo de incentivar as pessoas, sobretudo pessoas de menor poder aquisitivo, representada a maioria das vezes pela desigualdade racial e social na sociedade brasileira.

Tendo em vista, que segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em termos de falta de oportunidades ainda não resolveu o problema da diferença entre negros e brancos tanto em educação como no mercado de trabalho em ascensão social.

Diante do exposto, quero lhe dar os parabéns ao Wellington pela conquista almejada, muito sucesso e que está brilhante história seja repetidamente e que possa servir de inspiração para muitas pessoas. Desta forma possam também desenvolver o crescimento na vida acadêmica e profissional.

Muito obrigada ao Jornal da Gazeta do Povo, por ceder essa matéria.

Muito obrigada a todos que visualizam, visitam e compartilham este blog, tanto do Brasil como de outros países.  

Att. Roseli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s