A Pequena Ruby Bridges e a História do Racismo nos EUA

          

  http://statics.livrariacultura.net.br/products/capas_lg/861/2802861.j

https://www.google.com.br/urlsa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjtoO7jqdrMAhXBGJAKHcalCysQjRwIBw&url=http%3A%2F%2Fwww.livrariacultura.com.br%2Fp%2Frubybridges22543967&psig=AFQjCNHAFvULNZ2txkijoqg9ZgBbnFh1cw&ust=1463328934489454

         A história de Ruby Bridges uma criança de apenas seis anos de idade, que apresentava melhores desempenhos na escola, tornou-se protagonista devido ao destaque intelectual de conhecimento cognitivo, foi convidada para estudar em escola considerada tradicional, de escola, de acordo com o conteúdo apresentado do autor “Though My Eyes”. Mesmo os pais se sentindo receosos, autorizaram a pequena a estudar na escola  de brancos, mas  necessitava de escoltas policiais, por contas dos insultos, etc.

        Este fato ocorreu em Nova Orleans, Lousiana EUA, a Ruby foi a primeira criança negra a quebrar paradigma, um ícone do movimento pelos direitos civis o Supremo Tribunal dos EUA ordenou o fim das desigualdades na educação para crianças negras Africano-Americanas, claro que esta decisão nem todas as escolas acataram. Mas com algumas adequações e com um determinado prazo teriam que absorvem as mudanças de segregação entre negro e branco. As solicitações foram desenvolvidas gradativamente desde o período jardim de infância.

      Mas para que isso pudesse acontecer a Ruby Bridges teve que passar por muitas humilhações, preconceitos e discriminação racial, para depois abrir porta para os demais. Mesmo sendo desta forma com dificuldades, não se justifica, mas já considera um começo, recomeço de liberdade, de conquistas.

        A comunidade reagiram tirando os seus filhos da escola, dizendo que só colocariam novamente quando a Ruby Bridges saíssem. O quanto que essa criança não sofreu de trauma terrorista tanto de crianças como de adultos. Ela conta em seu depoimento no filme, que não reagiam as atrocidades, e quando chegava em sua residência, orava pelas crianças que na qual maltratava.  Sendo ela a única criança negra a estudar na escola de brancos, ainda encontrava disposição para encarar a situação de cabeça erguida, com espírito  de alguns guerreiros bem como, Nelson Mandela, Rosa Parks e Martim Luther King e tantos outros fenômenos representaram a história Internacional através de lutas, em busca de melhores condições de vida, de igualdades de Direitos civis, etc. Vale a pena conferir.

https://www.google.com.br/urlsa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwiqrpnUjNrMAhXDFZAKHbsODcQjRwIBw&url=http%3A%2F%2Fwww.livrariacultura.com.br%2Fp%2Fruby-bridges-22543967&psig=AFQjCNHAFvULNZ2txkijoqg9ZgBbnFh1cw&ust=1463328934489454

Att. Roseli

Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s